7 formas de reduzir a conta de luz da sua casa

7 formas de reduzir a conta de luz da sua casa
Energia solar em BH: como escolher uma empresa de energia fotovoltaica
8 de janeiro de 2020
7 formas de reduzir a conta de luz da sua casa
Energia fotovoltaica em condomínios: como funciona
15 de janeiro de 2020
Exibir tudo

7 formas de reduzir a conta de luz da sua casa

7 formas de reduzir a conta de luz da sua casa

O verão chegou, a energia aumentou e você já deve star procurando formar de reduzir a conta de luz da sua casa. Devido à escassez de chuvas e as horas a mais de consumo com ventiladores e ar condicionados, geralmente o preço da conta de luz vai às alturas. Outro fator que contribui para isso são as bandeiras tarifárias. Nesta época do ano, vem a bandeira vermelha, que aumenta R$3,00 a cada 100 kWh.

As bandeiras tarifárias funcionam de acordo com a necessidade e escassez de chuvas no país. Sem um bom volume de água nas usinas hidrelétricas, a geração de energia fica mais difícil. 

São muitas as formas de reduzir a conta de luz. Com medidas simples de serem adotadas, você consegue economizar energia. Veja a seguir!


1. Utilizar lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED podem economizar em até 70% o valor da conta de luz, sabia? Além disso, iluminam bem mais os locais de sua residência, evitando quedas e acidentes no escuro.

As lâmpadas de LED consomem em média 9 watts, enquanto as demais consomem cerca de 15 a 75 watts para funcionar. Elas também deixam a temperatura ambiente mais agradável, pois não esquentam.


2.Tirar aparelhos da tomada

O modo standby é um dos que mais gastam energia. Mesmo o aparelho eletrônico sendo pouco usado, só de gastar energia por estar sempre pronto para ser utilizado consome cerca de 12% do valor total da conta. Se você não utiliza o aparelho a muito tempo, é melhor tirá-lo da tomada e só colocá-lo quando for usar.

Deste mesmo modo, não deixe carregadores de celular, tablet ou notebook ligados direto na tomada. Evite também o uso de benjamins, que podem até mesmo ocasionar incêndios, e não deixe aparelhos já carregados na tomada.


3. Aproveitar a luz natural

Com o verão, os dias são mais longos e as noites mais curtas. Por isso, aproveite ao máximo a luz do sol, sem acender lâmpadas desnecessariamente. Outra dica para o período noturno é, sempre que sair de um cômodo para o outro, apague a luz do qual você saiu. Mesmo sem o horário de verão você pode reduzir a conta de luz com essas medidas.

Deixe também as janelas abertas. Isso, além de favorecer a circulação de ar e refrescar no verão, evitando o uso de ventiladores e ar condicionados, também ajuda a iluminar o ambiente.


4. Investir na decoração e em aparelhos econômicos

Branco ou creme são cores claras que, além de ampliarem o ambiente e transmitem tranquilidade, economizam bastante na conta de energia. Por não precisar de acender a luz dos cômodos, elas deixam o local mais claro. Você também pode investir em janelas e cortinas de tons claros, para dar uma maior luminosidade ao ambiente.

Caso você decida por investir em ar condicionados para refrescar o ambiente, prefira os modelos econômicos, com o selo Procel categoria A, que são os com melhor desempenho e economizam mais energia. Também certifique-se dos filtros de ar estarem sempre limpos e as portas e janelas sempre fechadas, para evitar a entrada de calor.

5. Fazer manutenção em refrigeradores

Geladeiras e refrigeradores são aparelhos que consomem muita energia. Durante o verão, pegue neles somente o que for necessário e feche rapidamente a porta. Verifique também se estão bem vedados e se a borracha de vedação está deixando escapar ar frio. 

Você mesmo pode testar a vedação. Com uma folha ou pedaço de papel, coloque-o atravessado na porta, feche e depois puxe. Se o papel sair com muita facilidade, a borracha precisa ser trocada o quanto antes. Se você tiver algum refrigerador ou freezer sem utilidade, desligue-o na tomada.

6. Ajustar as temperaturas dos aparelhos para reduzir a conta de luz

Essa medida pode ajudar muito mais do que você imagina. Como o período de escassez de chuvas coincide com o tempo mais quente do ano em nosso país, o verão, tomar um banho mais refrescante é bom para a saúde e para reduzir a da conta de luz. Se você mora em locais muitos quentes, até mesmo desligar o chuveiro pode ser uma boa opção.

Outra opção de economia de energia, desta vez no inverno, é ajustar a temperatura da geladeira. Em dias mais frios, os alimentos não precisam ficar tão frios quanto no verão para serem conservados. Por isso, ajuste o chuveiro no verão e a geladeira no inverno.


7. Instalar a energia fotovoltaica

Uma alternativa que ganha cada vez mais adeptos é investir em energia solar fotovoltaica. Com ela, você economiza até 95% na conta de luz e ainda ajuda a preservar o meio ambiente. A instalação não custa tão caro e valoriza bastante o seu móvel. Além disso, com a economia proporcionada, o seu investimento retorna em até dois anos, enquanto a garantia da instalação é de 25 anos.

Ela funciona por meio dos painéis fotovoltaicos que captam a energia solar e a transformam em elétrica. Caso nenhum aparelho esteja sendo utilizado neste momento, a energia gerada é levada para a rede elétrica, que funciona como uma bateria. Deste modo, sempre que você precisar, a energia solar estará pronta para ser utilizada. O excedente é convertido em créditos para você utilizar sempre que precisar e, caso não precise, será abatido da conta de energia.

Como você observou, reduzir a conta de luz não é complicado, bata que todos da casa adotem ações simples. Dentre todas, a que gera maior economia é a energia solar fotovoltaica. Por ser limpa, silenciosa e gerar energia mesmo em dias frios ou nublados, é uma opção cada vez mais adquirida pelos consumidores no país.

Muitos bancos e financiadoras têm programas de financiamento para quem quer investir em energia solar fotovoltaica. Existem planos especiais para residências, indústrias e comércios. Por isso, é muito bom pesquisar antes de investir. Enquanto isso, você utiliza as demais dicas de nosso artigo para reduzir a conta de luz na sua casa.

Continue conosco e saiba agora como calcular o seu gasto mensal com energia elétrica em nosso blog!