Produza a própria energia em sua fazenda: conheça a GDE Solar

Produza a própria energia em sua fazenda: conheça a GDE Solar
Como o síndico pode implementar a energia solar no condomínio
13 de julho de 2020
Produza a própria energia em sua fazenda: conheça a GDE Solar
Empresa de energia fotovoltaica em BH: o que você precisa saber antes de contratar uma
31 de julho de 2020
Exibir tudo

Produza a própria energia em sua fazenda: conheça a GDE Solar

Produza a própria energia em sua fazenda: conheça a GDE Solar

Produza a própria energia em sua fazenda conheça a GDE Solar

O setor agropecuário é um dos que mais geram energia no mundo. No entanto, também é um dos que mais consomem. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, a produção atual de alimentos consome cerca de 30% da energia mundial. Com o crescimento populacional, a estimativa é que, até 2050, a produção de alimentos aumente 60%, assim como o consumo de energia também será maior.

O cultivo, transporte e distribuição desses produtos agrícolas necessita, em sua maior parte, de combustíveis fósseis para funcionar, sendo o diesel o mais utilizado por equipamentos agrícolas e geradores de energia. Dessa forma, além do alto consumo de energia elétrica, também é elevado o nível de emissão de poluentes nas regiões agrícolas. No entanto, você pode gerar a própria energia em sua fazenda.

Alternativas renováveis estão sendo cada vez mais estudadas por biólogos e agricultores que procuram por sustentabilidade em suas propriedades rurais. No texto a seguir, falamos mais sobre elas. Confira!

Vantagens de produzir a própria energia em sua fazenda

O investimento em energia solar fotovoltaica é um dos mais vantajosos quando se pensa em produzir a própria energia, principalmente na área rural. Além de apresentar uma redução de até 95% na conta de luz, o investimento se paga em torno de 4 a 7 anos. Além disso, o sistema fotovoltaico tem garantia de 25 anos, com baixo custo de manutenção.

A energia solar fotovoltaica não tem ruídos, é limpa e inesgotável. No Brasil, país sempre iluminado pelo sol o ano inteiro, revela muito sucesso entre os que investem nessa forma de energia alternativa. Outra vantagem é ser abundante e não poluente, ao contrário do diesel, bastante utilizado nas regiões rurais do nosso país.

Na propriedade rural, o sistema a ser implementado pode ser off-grid ou on-grid. No primeiro tipo, a energia solar fotovoltaica é gerada independente da distribuidora de energia da região. Desse modo, toda a energia produzida pelos painéis fotovoltaicos é gerada e utilizada na propriedade rural, com o auxílio de baterias para os períodos noturnos ou períodos com pouca incidência de luz solar.

A geração de energia on-grid é feita com o apoio da distribuidora de energia elétrica da região. Dessa forma, caso falte a energia solar fotovoltaica, ela é substituída pela energia da distribuidora, que calcula a quantidade utilizada por créditos, que são descontados diretamente da conta de luz do proprietário rural. Pelo fato de não utilizar baterias para armazenamento, os sistemas on-grid são considerados são acessíveis, com um menor custo e um payback mais curto. Além disso é o formato mais utilizado em agronegócios. 

Energia fotovoltaica para o agronegócio

Mesmo com as vantagens já apresentadas, a energia solar fotovoltaica ainda é tímida e pouco expressiva nas propriedades rurais brasileiras. Em grande parte, isso se deve ao alto custo de instalação. No entanto, muitos bancos e empresas de energia solar têm programas de financiamentos, que podem ajudar bastante, desde o agronegócio até o pequeno agricultor familiar.

Instituições como o Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Sicoob apresentam linhas de créditos bem vantajosas, com juros baixos e prazos longos. Além deles, existe o Pronaf Eco, voltado ao agricultor familiar com aptidão para participar do Pronaf. Os juros desse programa são ainda mais baixos, com prazos de até 12 anos e carência de 8 anos.

A energia fotovoltaica também auxilia na automação de ferramentas, como o sistema de irrigação. Assim, as plantas da lavoura são irrigadas em um determinado período de tempo, em um horário já programado, o que evita o acúmulo de água nas áreas cultivadas ou a sua escassez.

Bombeamento de água

Muitas vezes, nas propriedades rurais, a água deve ser bombeada de lençóis mais profundos, o que gasta muita energia, geralmente consumida por geradores a diesel. Com a energia solar fotovoltaica, não só o trabalho é realizado de um modo mais limpo e econômico, por não precisar de manutenções, como essa energia alternativa pode ser aproveitada fora da rede de distribuição de energia.

Cercas elétricas para o gado

Assim como o caso das bombas de água, os poços e o pasto costumam ser mais afastados da rede elétrica, o que demanda um grande trabalho para eletrificar as cercas, para o manejo do gado. Com a energia solar fotovoltaica, poucos painéis podem ser utilizados para isso e, mesmo assim, ser o suficiente para eletrificar as cercas continuamente.

Produção leiteira

A instabilidade no sistema elétrico pode ser bastante prejudicial para a produção de leite. As ordenhadeiras, por exemplo, precisam de energia constante e, caso a energia caia, as vacas podem apresentar mastite se não forem ordenhadas na hora certa. Outro prejuízo é com o resfriamento do leite. Em casos de apagão, um lote inteiro de leite pode azedar. Para garantir uma energia constante em sua fazenda, o sistema on-grid com backup pode ser o ideal.

Avicultura

Com um consumo de 27,5% de energia, a criação de frangos de corte é uma que mais consome energia elétrica em nosso país. As chocadeiras, por exemplo, devem estar ligadas o tempo todo, para garantir uma produção eficiente. Dessa forma, a energia solar fotovoltaica, que garante uma redução de até 95% da sua conta de luz, é uma boa alternativa de economia para novos investimentos em sua fazenda.

Conheça a GDE Solar e invista na própria energia em sua fazenda

A GDE Solar é uma das empresas mais indicadas para instalação de energia solar fotovoltaica, para você começar a produzir a própria energia em sua fazenda. Com garantias de 12 meses de instalação e componentes elétricos, bem como contra corrosão das estruturas de fixação, a empresa também garante 10 anos dos módulos fotovoltaicos contra defeitos de fabricação e 25 anos de garantia na performance elétrica.

Além disso, a GDE Solar oferece monitoramento, com relatórios mensais durante um ano, sobre a performance da usina a seus clientes. Também conta com financiamento bancário, que fornece um apoio aos clientes para instalarem os painéis fotovoltaicos sem problemas com as linhas de crédito. A empresa também tem um pós-venda preocupado com o cliente e sempre pronto para atendê-lo, além de equipamentos solares de qualidade e em conformidade com o INMETRO e o PROCEL.

Dessa forma, você pode produzir a própria energia em sua fazenda e ter uma gestão sustentável de toda a sua produção. Basta, para isso, implementar a energia solar fotovoltaica na propriedade rural e, com o capital economizado, investir em seu próprio agronegócio. 

Agora que você já sabe como produzir a própria energia em sua fazenda, que tal entrar em contato com a GDE Solar? Não perca mais tempo e solicite um orçamento sem compromisso!