Em quanto tempo o investimento em energia fotovoltaica se paga?

Em quanto tempo o investimento em energia fotovoltaica se paga?
Conheça‌ ‌o‌ ‌IPTU‌ ‌Verde:‌ ‌desconto‌ ‌após‌ ‌a‌ ‌adoção‌ ‌de‌ ‌soluções‌ ‌sustentáveis‌
22 de novembro de 2019
Em quanto tempo o investimento em energia fotovoltaica se paga?
Energia fotovoltaica em BH: Conheça a GDE Solar
29 de novembro de 2019
Exibir tudo

Em quanto tempo o investimento em energia fotovoltaica se paga?

Em quanto tempo o investimento em energia fotovoltaica se paga?

A instalação de um sistema fotovoltaico é algo que cresce cada vez mais no Brasil. Não só como medida de economia para os usuários, mas principalmente para empresas.

Com a escassez das chuvas neste ano, as usinas termelétricas começam a ser acionadas e, ao ter gastos com combustíveis mais caros, como petróleo e carvão, a bandeira vermelha entrou em vigor. As bandeiras vermelha e amarela são acionadas quando chove pouco, e a falta de água impede o funcionamento total das usinas hidrelétricas. Neste cenário, a conta de luz aumenta com o custo extra de R$4,169 a cada 100 quilowatts-hora (kWh).

O uso de energias renováveis e alternativas se torna cada vez mais atrativo para grande parte dos brasileiros. Estima-se que cada vez mais empresas e lares investem na fonte de energia solar, aproveitando a vantagem de morarmos em um país tropical e ensolarado.

Confira mais sobre energia solar fotovoltaica, como é o investimento e em quanto tempo ele se paga.

Como investir em energia solar fotovoltaica?

O investimento em energia solar fotovoltaica começa pela instalação, que costuma ser de R$12.000,00 para uma casa com quatro pessoas. O payback ou prazo para retorno do investimento em imóvel residencial costuma ser de até 7 anos.

Para um retorno financeiro mais rápido, é necessário observar a região em que a energia fotovoltaica será instalada, se é mais ou menos nublada e a tarifa cobrada pela distribuidora de cada estado. A conta de luz não será totalmente zerada, mas pode reduzir em até 95% seu valor.

O que avaliar antes de instalar um sistema fotovoltaico?

Antes de investir em energia solar fotovoltaica, é fundamental avaliar alguns pontos. O principal deles é quanto você gasta com tarifas da distribuidora de energia da sua região. Quanto maior for a tarifa de energia, menor será o retorno sobre o investimento de energia solar fotovoltaica.

Outro aspecto a ser avaliado é a redução do impacto ambiental. A construção de usinas hidrelétricas compreende a inundação de grandes áreas, devastando a flora e fauna, além de prejudicar diversas populações ribeirinhas. Isso sem contar com os gastos a mais pelas linhas de transmissão. Imagina quanto custa a eletricidade vir de Itaipu para Belo Horizonte, por exemplo? Isso tudo não existe com a energia solar fotovoltaica.

Qual o tempo médio de payback ou retorno sobre o investimento?

O tempo médio demora de 3 a 7 anos no Brasil, com sistemas que duram, em média, 25 anos. Para fazer o cálculo do payback divide-se o custo total do investimento pela economia gerada pelo sistema de energia fotovoltaica. Esta última é calculada de acordo com o quanto que o consumidor deixa de pagar à distribuidora.

A radiação solar e as tarifas cobradas pelas fornecedoras de energia elétrica devem também entrar no cálculo total, afinal, quanto maiores elas forem, menor o payback. O custo de adaptação deve ser considerado. Afinal, se for necessário fazer uma reforma para instalar o sistema de energia solar fotovoltaica, o retorno sobre o investimento pode demorar mais.

Por que investir em energia solar fotovoltaica?

Além das vantagens já citadas, o cenário econômico brasileiro auxilia bastante quem quer reduzir seus custos com energia. Uma dela é a instabilidade do atual sistema. Ao menos sinal de chuva com raios e trovões, a energia elétrica sofre com diversos apagões que, além de frequentes, costumam ser bastante longos.

Donos de restaurantes, padarias, hotéis e outros estabelecimentos comerciais podem perder produtos e equipamentos com os apagões, além de prejudicar o atendimento aos clientes. Tanto o aumento da fatura de energia elétrica quanto a redução da taxa Selic contribuem para o aumento do retorno sobre o investimento. A taxa Selic em baixa mostra que todo dinheiro investido está rendendo menos, até mesmo o que você coloca na sua conta mensal de energia elétrica.

Quem já realizou esse investimento?

Entre pessoas físicas, empresas, indústrias e comércios, são mais de 20.000 sistemas ativos no Brasil. No entanto, especialistas afirmam que estamos bem abaixo do potencial energético. Por ser um país quente, bastante iluminado pela luz solar durante todo o ano, o Brasil deveria ser um dos países mais ativos em energia solar fotovoltaica.

No caso de empresas, grande parte delas já aderiu a esta ideia. Não só pela economia, mas também por ser ambientalmente sustentável. Instituições que geram sua própria energia ajudam a minimizar apagões e riscos desnecessários. Além disso, podem divulgar esta ideia entre seus clientes e fornecedores, angariando a simpatia e ampliando esta ideia. Inclusive, nas cidades que adotam o IPTU verde é possível ter redução deste imposto.

Como você viu, o retorno sobre o investimento de energia solar fotovoltaica vai muito além de não ter que pagar mais a conta de luz. Na realidade, este custo se reduz à tarifa mínima, enquanto o verdadeiro benefício é a redução de custos com energia elétrica e a conservação do meio ambiente.

Como o sistema dura, em média, 25 anos, o payback retorna em, geralmente, um quinto deste tempo. Desta forma, a energia fotovoltaica, mais do que uma economia real, é uma investimento a longo prazo que irá valorizar bastante seu imóvel, além de ser limpa, segura e sustentável.

Agora que você viu que a energia solar fotovoltaica não tem segredos, que tal saber mais? Solicite aqui uma simulação de investimento sem compromisso!